NOSSA HISTÓRIA

CAOC

Fundado em 1913, pela primeira turma do curso de Medicina, o Centro Acadêmico Oswaldo Cruz, conhecido carinhosamente como CAOC, é a entidade representativa dos estudantes da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP).

Dessa forma, é o responsável por lutar pelas demandas dos estudantes, negociar com as instituições de ensino, representar os alunos nos espaços estudantis e fazer a manutenção do subsolo da faculdade, um espaço conhecido como “Porão”, onde está localizada a sua sede.

O CAOC é, historicamente, muito participativo nas questões sociais e políticas do país, tendo possuído papel indispensável na história do Movimento Estudantil e do Brasil desde a sua fundação. Podemos destacar sua participação na construção do Hospital das Clínicas da FMUSP, na fundação e refundação da União Nacional dos Estudantes (UNE), no movimento político de resistência à Ditadura Militar, no ativismo das Diretas Já e no processo da Reforma Sanitária Brasileira.

O Centro Acadêmico Oswaldo Cruz foi também pioneiro na criação de ligas acadêmicas, na organização de congressos científicos anuais e na edição e publicação de jornais e revistas estudantis, como O Bisturi e a Revista de Medicina (hoje publicada pelo Departamento Científico).

Além desses aspectos, sua estrutura serve de apoio para iniciativas culturais, sociais e projetos de extensão dos estudantes, tendo, com isso, originado importantes entidades associadas, como o Departamento Científico (DC) e a Associação Atlética Acadêmica Oswaldo Cruz (AAAOC).

As gestões do CAOC são eleitas anualmente por voto direto de todos os estudantes, podendo se candidatar todo e qualquer aluno matriculado na Faculdade de Medicina, mediante a criação de uma chapa.

IMG-4238.JPG
Átrio Esquerdo

FMUSP

Fundada em 1912 e implantada em 1913, a Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) é um dos maiores centros de pesquisas médico-científicas do país, com 66 Laboratórios de Investigação Médica, os LIMs, com 230 grupos de pesquisa e expressiva produção intelectual. 

 

A Faculdade atua em parceria com o Hospital Universitário – HU e tem o Centro de Saúde Escola Butantã como unidade docente-assistencial da FMUSP, especializada em atenção primária à saúde.  Possui mais de um século de excelência no ensino e no reconhecimento internacional.

A FMUSP oferece quatro cursos de graduação: Medicina, Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional. O curso de Medicina fica no campus Pinheiros, com área construída de 44.000 metros quadrados e os cursos de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional estão na Cidade Universitária em uma área de 6.000 metros quadrados. A Faculdade conta com mais de 1.400 alunos na graduação, mais de 1.000 colaboradores, sendo 368 professores; 1.800 alunos na pós-graduação e 1.600 residentes. Disponibiliza também 27 programas de pós-graduação (mestrado e doutorado), 62 programas de especialidades de residência médica e 14 programas de residência multiprofissional e uniprofissional.

Fonte: FMUSP 

DOCUMENTÁRIO:
 100 ANOS DE CAOC